(0xx11) 3846.8148 ou 3045.8308 mandelli@mandelli.com.br

É possível fazer a diferença em um ambiente

turbulento tendo o modelo mental certo, paciência

e um alicerce de cinco camadas.

Ouvi esta historia , cujo autor desconheço mas atribuída de vez em quando a Ulysses Guimarães, que um náufrago, depois de nadar vários dias, foi parar em uma praia e, ao procurar comida, viu um jabuti em um galho de árvore. Pensou: “Como este bicho chegou aí em cima? Vou tirá-lo coitadinho”. Quando tinha o jabuti nas mãos, recebeu uma flechada nas costas e morreu. Creio que o jabuti sobreviveu.

Qual é a moral dessa história? Se, em sua organização, existem jabutis, é porque alguém os colocou lá. Apesar de não serem adequados para o lugar onde estão, deixe-os quietos e siga seu rumo, ou levará uma flechada.

Estamos em um naufrágio que não ocorreu só em 2016. O ano de 2017 também será difícil e você deve seguir seu rumo não importa nem o naufrágio, nem o jabuti; busque fazer a diferença em sua vida, mesmo que o entorno não o ajude.

Para isso, sugiro apoiar-se no tripé modelo mental-paciência-alicerce, que aqui desenvolvo:

Tudo começa pelo seu modelo mental, repense seu modo de encarar o cenário negativo e desafiador, por exemplo. Norteie seu pensamento com três máximas: ser rico de espírito em vez de pobre, na maneira de pensar, no cultivo das amizades, nos objetivos, na disciplina; não envelhecer, seja na curiosidade e abertura ao novo, seja no envolvimento com aquilo que precisa ser feito, o que requer não respeitar o declínio físico e cultivar; e amar tudo o que faz, ainda que não seja o que realmente gostaria de estar fazendo.

Depois vem a paciência. Em viradas de ano, costumamos lembrar que temos a vida pela frente, não só o ano que chega. Não é necessário fazer tudo em 12 meses; devemos ter paciência para construir aos poucos a estrada por onde passaremos.

Então entra o alicerce dessa estrada no aspecto profissional, feito de cinco camadas:

CONTEÚDO. Saber muito é importante, mas as pessoas devem saber que você sabe; a chave é construir competência atualizada reconhecida.

CONTEXTO. Esforce-se para entender o contexto do País, dos negócios, de sua profissão, saber ser proativo no ambiente e não se deixar levar pelo lado obscuro de todas as questões.

MÉTODO. Cada problema e cada tarefa deve ser equacionado em um método de encaminhamento. Você sabe fazer isso? Se não, aprenda; procure colocar etapas em sua cabeça e não só objetivos.

PALCO. Ser independente e saber articular relacionamento dentro e fora da empresa são essenciais, tendo em mente que articular significa ajudar as pessoas a obter retorno e não o inverso. Seu crescimento será diretamente proporcional ao volume de pessoas que você ajuda a crescer.

VONTADE. O cimento entre as camadas é a vontade de perseverar nos itens citados por anos. Aceite o fato de que a continuidade e a consistência de ação e discurso é que criam o espaço para que o raio de sol o atinja.

Os jabutis de sua empresa possivelmente não tem esse tripé, mas o que importa é que você o tenha. Assim, será mais fácil, e prazeroso, navegar no mar turbulento de 2017 e aportar nas praias de final de ano!!