(0xx11) 3846.8148 ou 3045.8308 mandelli@mandelli.com.br

Se você está procurando uma definição clara sobre liderança, John C. Maxwell acredita tê-la. Ele se apresenta frequentemente em arenas nos EUA, desde U.S Military Academy até os headquartes da Microsoft, e em países de todos os continentes. Ele passa uma visão de liderança em cinco níveis, os quais podem alcançar conforme nos desenvolvemos.

É fácil e simples, então todos podem aprender. Ele define liderança como um processo e não como uma posição, o qual pode ser desmembrado passo a passo e ainda providencia um plano para seu desenvolvimento.

Aqui estão os cinco níveis, descritos em seu livro recente “How Successful People Lead”

1. Posição

As pessoas te seguem porque elas tem que te seguir.

Este é o início, aonde sua influência vem do seu cargo. Concedendo certos direitos, o que é bom, mas é errado se você usar esta posição para que as pessoas te sigam. “As pessoas que somente chegam à posição de líder, podem ser chefes, mas nunca líderes. Elas têm subordinados, não membros de um time. Elas desenvolvem sua prática através das regras, regulamentações, política, e cenários organizacionais com o objetivo de controlar seu time. Os seus o seguirão devido à sua autoridade. E tais seguidores farão somente o que lhe for requerido. Quando estes chefes “positional leaders” precisam de um esforço extra da equipe, eles raramente conseguem” ele diz.

Uma posição de liderança é um convite para crescer como um líder. Parar de depender do cargo para impulsionar as pessoas, e começar a incluir outros em suas iniciativas e decisões.

2. Permissão

As pessoas te seguem porque elas querem.

Aqui é onde você deve sair no nível um, construir liderança baseada em relacionamento, com pessoas que estão te seguindo porque elas querem. Para fazer isso,você não estará focado em preservar seu cargo, mas em conhecer as pessoas e procurar saber como lidar com elas.

Hoje, em nossa desafiadora economia, a liderança permissiva parece ser muito tranquila, com toda a história do cuidar de pessoas e construir relacionamento vista como fraca.

Mas ele argumenta que isto é um erro e que poderia debilitar seu potencial de liderança. Procurar permissão também pode ser frustrante para empreendedores, que só querem que tudo esteja feito imediatamente, ao invés disso, é necessário ir mais lentamente, aprimorando os relacionamentos.

Ele encoraja você a tratar o próximo como você gostaria de ser tratado, no estilo “Golden Rule”. Se torne um líder encorajador do seu time, desde que as pessoas valorizem suas afirmações. E enquanto você é cuidadoso, lembre-se que essa honestidade também é vital para relacionamentos que alcançarão bons resultados.

3. Produção

As pessoas te seguirão pelo que você tem feito pela organização.

Bons líderes não param no segundo nível e simplesmente criam um bom ambiente de trabalho. Para ser um bom líder, você deve fazer as coisas. Quando isso acontece, melhora a moral, objetivos são atingidos, o lucro aumenta e o ‘turnover’ diminui. O momentum é criado e trabalha a seu favor.

“Liderar e influenciar pessoas se torna divertido neste nível. Sucesso e produtividade são conhecidos por solucionar muitos problemas,” ele conta.

Conforme você vai se transformando num agente de mudança, você consegue lidar com problemas mais difíceis, e levar seus seguidores a outro nível de eficiência. A chave para ser eficiente é entender como suas habilidades podem ser usadas produtivamente para futuras visões da organização – e também para conectar outros a essa visão, através da comunicação. Comece a desenvolver seus seguidores, e faça com que eles tenham foco em tarefas com alto retorno.

4. Desenvolvimento Pessoal

Pessoas te seguem pelo que você fez por elas.

“Líderes se tornam bons não pelo poder que têm, mas pelo poder de potencializar o poder em outros”. Aconselha Sr. Maxwell.

Agora você usa sua posição, relacionamento, e produtividade para investir nos seus seguidores e desenvolver neles os atributos da liderança, até que eles se tornem líderes a mérito deles mesmos. Neste nível, os líderes se auto desenvolvem. O lado positivo da sua liderança aumenta significantemente. Com maior parte dos líderes focando seu esforço na produção- o nível abaixo deste – você ganha uma vantagem, e suas habilidades podem fazer uma diferença competitiva na organização assim como na sua própria carreira.

Para ter sucesso neste nível você deve contratar as melhores pessoas possíveis, e coloca-las na posição correta, ajudando-as a construir em cima de seus pontos fortes e equipá-las com os melhores recursos para fazer o trabalho da melhor maneira possível. Você deve também ser modelo de boa liderança, caso contrário, seus seguidores se comportarão de forma oposta a que você quer.

5. Ápice

Pessoas te seguirão pelo que você é e pelo que representa.

O mais alto e mais difícil nível de liderança não está disponível à todos. Enquanto a maioria das pessoas pode escalar até o nível quatro, ele nota que para subir ao topo, não requer somente esforço, habilidade e intenção, mas também um alto nível de talento. Somente um por cento dos líderes chegam a este nível, onde eles estão focados em desenvolver líderes, não em ganhar seguidores ou simplesmente trabalhar.

Para realizar isto, você deve desenvolver uma cultura de liderança, treinando e fazendo coaching com os outros. Líderes de nível 5 desenvolvem líderes ao longo de suas vidas, e os líderes que eles desenvolvem também desenvolvem outros líderes. Isto se torna um estilo de vida e eles o praticam em todos os lugares e a todo tempo, não um programa que eles implementam ou uma tarefa que eles colocam em prática ocasionalmente.

Nome do autor: Harvey Schachter; Jornal: The globe and mail; Data: 05 de agosto de 2013

Print Friendly, PDF & Email