(0xx11) 3846.8148 ou 3045.8308 mandelli@mandelli.com.br

Você tem consciência dos tipos de poder que você pode exercer? Sabe como usá-los? Tem o entendimento do que você pode atingir se usá-los de forma eficaz?

Estamos tão automáticos em nossa liderança, que acabamos praticando sempre o mesmo tipo de poder. Isso acontece pelo simples fato de não agirmos de forma intencional. O que me intriga é que muitas pessoas não conseguem influenciar genuinamente os outros porque acabam usando o tipo errado de poder, ou mesmo, usam sempre o M E S M O tipo de poder.

Sob o meu ponto de vista, uma das bases da influência é o uso consciente de suas atitudes, que podem empoderar ou frear a sua performance e consequentemente os resultados pessoais e organizacionais.

Ao perceber as necessidades do meio e ter seus objetivos de forma absolutamente clara, você passa a ter a possibilidade de escolha de qual tipo de poder você precisa e/ou deve exercer sobre as pessoas.

Ao identificar como interagir, e escolher a “estratégia comportamental” correta, você consegue atingir alta performance emocional.

Hersey, Blanchard e Natemeyer em um artigo chamado Situational Leadership, Perception and the Impact of Power, esclarecem quais são os os tipos de poder:

1.        Poder coercitivo é usado para manter a disciplina e reforçar as regras quando os liderados não “respondem” as suas demandas. É baseado pelo medo. Ao usar este tipo de poder, seja cauteloso, use em último caso!

2.        Poder de conexão é usado quando você está em busca de uma promoção ou quando você está precisando de recursos específicos. Ele é baseado em ligações com pessoas influentes/ importantes;

3.        Poder de especialista é a posse de conhecimentos na sua área e seu alto nível de habilidade para completar tarefas; Este poder é essencial quando você trabalha com pessoas de outros departamentos e /ou outras organizações;

4.         Poder de informação é a posse ou o acesso à informação, que é valorizado pelos outros e usada no momento certo; Este tipo de poder é de valia para seus liderados quando você precisa influenciá-los;

5.        Poder legítimo é baseado na sua posição: maior a posição, maior o poder legítimo; O uso deste poder é apropriado somente dentro do escopo de seu trabalho.

6.        Poder referente é baseado em traços pessoais. Um líder que tem poder de referência, é querido e admirado; Este tipo de poder é essencial para as pessoas que não tem o poder hierárquico.

7.        Poder de recompensa baseia-se na capacidade de oferecer recompensas.

Seja poderoso, mas use o tipo correto de poder para cada situação e para cada pessoa. Não há nada de errado em exercer poder. “Errado é exercer errôneamente o poder!”

Rumo à protagonização de uma liderança intencional!